Estávamos em Abril de 2012 e eu andava pela Alemanha, mais precisamente em Munique. Era o meu último dia, dos quinze que viajei de comboio pela Europa. Pergunto a Florian, amigo que me hospedou pelo couchsurfing, as direções para o aeroporto, ele diz que é fácil, que em todas as estações de metro explica como chegar. Como habitual vou mais cedo para não ter surpresas, sigo as indicações que estão no metro e três horas antes estou no aeroporto, espero uma hora e vou ver onde é o meu balcão de check-in, fico confuso porque não encontro o meu voo no ecrã, sigo até às informações e pergunto qual o problema.

– O seu voo não é neste aeroporto é no outro fora da cidade, o mesmo fica a duas horas de distância, vai ser impossível chegar a tempo. – Informam-me.

Fiquei em choque! Não me lembrei que Munique podia ter mais do que um aeroporto, nem olhei para a reserva para ver o nome!

Após conversa com a senhora decidi, apesar do voo já estar perdido, que o melhor era ir para o outro aeroporto e tentar encontrar forma de seguir viagem.

Vou para a estação de comboios, mostro o meu bilhete de avião para explicar para onde quero ir, pois o nome é impronunciável.

–Tem comboio daqui a vinte minutos, mas já não vai chegar a tempo ao voo. – Diz o vendedor dos bilhetes.

– Eu sei, eu sei, mas quero ir para esse aeroporto na mesma. Quero comprar o bilhete. – Digo eu ao mesmo tempo que ponho o dinheiro em cima do balcão.

– Mas o senhor já não vai chegar a tempo. – Diz o senhor novamente.

– Eu sei, mas eu quero ir para lá. – Volto a dizer já com vontade de gritar.

– Está aqui o seu bilhete, mas aviso-o que não vai conseguir chegar a tempo. -Afirma mais uma vez enquanto me dá o bilhete para a mão.

Eu não disse mais nada, eu só queria gritar! Ele só podia estar a gozar comigo! 😀

Segui viagem de comboio, umas horas depois estava no aeroporto certo, consegui comprar bilhete para o mesmo dia, mas em vez de ser para Lisboa fui para Faro. Chego de noite, apanho o autocarro, às seis da manhã estou no Oriente e pelas oito e tal em casa. Meio dia e muitos euros depois do que o que estava programado!

*Fotografia: Metro de Munique, Abril de 2012