Sabes aquele sentimento de querer entrar pelo ecrã da televisão para viveres o que estás a assistir!? Eu tenho-o muitas vezes, principalmente quando estou a ver o National Geographic! Imagino-me a caminhar entre montanhas, florestas e vales isolados da civilização, a observar a vida selvagem no seu habitat natural, no que deveria ser o único lugar onde eles deviam estar! Imagino-me também a viver com tribos ou com nómadas.


Em 2014 entrei no televisor e vivenciei essa experiência pela primeira vez, nesta vida, nas ilhas Mentawai, Indonésia. Ali estava eu, no meio de uma floresta que já foi perto de infinita e que agora está mais perto do nada, por nossa culpa, olhos nos olhos com alguém que tinha as linhas do tempo marcadas pelo seu corpo, e como são bonitas essas linhas!